segunda-feira, 28 de maio de 2007

Garraiada Académica da Univ Lusíada, 31 de Maio

AOS ACADÉMICOS DA LUSÍADA: ESCOLA DE MONTEMOR ORGANIZA CONCURSO DE PEGAS



A Associação de Estudantes da Escola Secundária de Montemor-o-Novo irá realizar um concurso de pegas, no dia 16 de Junho, pelas 16 horas na praça de toiros local. O concurso contará com a presença de quatro grupos de forcados: os Académicos da Lusíada, a Escola D. Carlos I (Agrícola de Vendas Novas), a Secundária de Montemor-o-Novo e também a Escola Severim Faria (Évora), que disputarão entre si o prémio para a melhor pega. As reses são de José João Comenda. Haverá ainda uma vaca para os curiosos e muitas outras surpresas pela tarde fora. Além do concurso de pegas a Associação de Estudantes decidiu também organizar, em conjunto com a Revista Ruedo Ibérico, uma festa no “Club” (junto ao Almansor), que terá início pelas 23 horas e contará com muita animação.

quarta-feira, 23 de maio de 2007

Filme Resumo da Ascensão, Chamusca 17 de Maio

O artigo do jornal Correio da Manhã, no respectivo site, destaca a crónica da corrida do passado dia 17 de Maio da seguinte maneira: "Um estupendo curro de toiros de Felicidade Dias levou enorme emoção às bancadas da velha praça da Chamusca, na última Quinta-feira da Ascensão. Excelentes em tipo, peso e trapio, estiveram de mais para a lide a pé..." E continua assim: "Os Forcados do Aposento da Chamusca, de Tiago Prestes, tiveram uma tarde muito dura com idas à enfermaria. Valeu a raça e o querer para consumar três pegas muito aplaudidas. Na cara estiveram João Vinagre, João Braga e Bruno Lucas." (destacamos, apenas, o que aos forcados diz respeito). Já o site que publicitamos no nosso blog (tourobravo.com) reza o seguinte: "A primeira Corrida da Feira da Ascensão na Chamusca abriu com um curro de toiros sério, com idade, peso e trapio, da ganadaria Felicidade Dias. Os oponentes da divisa vermelha e amarela deram um bom jogo no geral, à excepção do segundo, quinto e sexto, este último mais reservado. (...) Quanto à Forcadagem, os Amadores do Aposento da Chamusca executaram as suas pegas à quarta, quinta e primeira tentativas."

As nossas opiniões, durante e após a corrida, divergiram. Ou foram os toiros que se fecharam em tábuas, ou eram sérios e nobres na capa e no cavalo e acobardados nas pegas, ou saíam com pata à primeira tentativa, como um forcado gosta, mas proporcionavam reuniões duríssimas, ou o forcado de cara não se reuniu bem, ou por terem 5 anos (ou quase) não permitiam erros na primeira tentativa e tinham mais sentido nas seguintes, enfim... Um "sem fim" de opiniões que dará tema de conversa nos próximos tempos. Aliás como é hábito num grupo de forcados digno desse nome. Há que ver o que esteve menos bem e porquê, corrigir o que esteve menos bem, perceber as razões que conduziram ao infortúnio de não pegarmos os toiros à primeira tentativa, como queriamos, gostaríamos, e para tal treinámos. "Recuou de menos... recuou de mais... não encheu a cara ao toiro... não se sacou... não se fechou... os ajudas tardaram...". Sejam quais forem as razões temos os vídeos para corrigir e um treino já no próximo sábado, pelas 10h30, em Vale de Oliveira, no Sr. Rui Gonçalves, para falarmos.

Melhores corridas virão, com o Grupo sempre em cima, cabeça erguida, moral levantada, mazelas curadas, com vontade, alma e espírito toureiros! Até à próxima corrida faltam cerca de duas semanas (17 dias). O Grupo estará afinado. E pelo Aposento da Chamusca venha vinho! Sorte!

E.T. Uma palavra de apreço ao Bruno Lucas que fez uma boa pega à 1.ª tentativa, às 5 tentativas do Vinagrinho e ao aço do João "Lázaro" Braga que, com raça e inanimado, se levantou da maca e foi consumar o que tinha começado. Foi ele que pôs o barrete e bateu as palmas ao toiro na primeira tentativa. Pois, então, foi ele que tirou o barrete e bateram-lhe palmas na última tentativa. Um abraço especial aos três!

José Pinto-Coelho

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Novilhada de Albufeira 8 de Abril 2007 ( filme )

Forcados da Cara: Francisco Montoya(1ª), Martin Xavier (2ª), Manel Mesquitela (1ª) e Luis Costa (1ª).

sábado, 12 de maio de 2007

Quinta-feira da Ascensão - Chamusca, 17 de Maio de 2007

ASCENSÃO É NA CHAMUSCA
Corrida mista na Quinta-feira, 17 de Maio, pelas 17h00. Toiros de Felicidade Dias para Luís Rouxinol, Vitor Ribeiro, o matador Luis Vital Procuna e o novilheiro Morenito de Portugal. À unha vai o Aposento da Chamusca.

Pela frente do nosso Grupo estará, como é natural, o toiro, o mais nobre dos animais. "Não é inimigo o toiro, não lhe quer mal o toureiro. É por tanto gostar dele e de sentir as emoções de tão chegada presença que ali está, num gesto de desafio e de profundo respeito. O destino os juntou, pois foi assim que a sorte quis. A lide vai ser um jogo em que a vida se decide. Figura central da Festa é o toiro, esse estranho animal, pujança da Natureza, enigmático, misterioso, sedutor. Há aqueles a quem o toiro condiciona mesmo a vida, deixam tudo, vão atrás dele, correm riscos, tentam aprender a conhecê-lo, atrevem-se a desafiá-lo. Alguns dominam-no. Esses são toureiros. E o toiro a sua paixão."
Na Quinta-feira da Ascensão há que sermos todos toureiros, à antiga, e que Deus reparta a sorte!

quarta-feira, 9 de maio de 2007

Garraiada Académica de Lisboa na Monumental do Campo Pequeno

Cerca de 2000 jovens estiveram terça-feira à noite, no Campo Pequeno, para assistir à Garraiada Académica de Lisboa, retomando assim a tradição deste tipo de espectáculos, onde se iniciaram tantas futuras estrelas do toureio português.
Alegria, boa disposição e valentia deram o tom a uma noite em que cada interveniente se superou em vontade de agradar, perante os seus colegas e na tentativa de exprimir a arte que leva dentro.

Vany arrecadou o prémio para a melhor lide a cavalo, ao passo que o prémio para a melhor pega foi para Jorge Carrão dos Académicos da Universidade Lusíada. O prémio Coragem foi para José Manuel “Chapelli”, de Portalegre.

A Garraiada Académica de Lisboa terminou com a entrada na arena de uma vaca para “curiosos”, que permitiu um franco convívio entre todos os que se sentiram com coragem para descer à arena e tentar a sua sorte como futuros toureiros.

Porém, antes disso, os Académicos da Lusíada fizeram a chamada "sorte de gaiola". Com bravura e galhardia foi à cara Pedro Bibi que se fechou lindamente na cara da vaca desembolada. Bem o grupo a ajudar.
Nomes que vieram a ser famosos, como Frederico Cunha, Gustavo Zenkl e Vitor Ribeiro (pai), nos anos sessenta, José João Zoio, os irmãos João e António Ribeiro Telles e Vítor Mendes, entre outros, deram os seus primeiros passos no toureio em espectáculos deste tipo.
Para dia 26 de Maio está agendada a garraiada do Colégio Militar.
Pela objectiva de Zé da Quinta, apresentam-se alguns dos momentos vividos na noite de 8 de Maio na 1ª Garraiada Académica realizada no novo Campo Pequeno.

Uma palavra de apreço aqui fica a Rui Bento Vasques, à Selecção de Forcados, ao Tintelhão, ao "Chapelli" e à Vany. Estes merecem apreço especial já que João "O Braga" e grande parte dos Académicos da Lusíada são nossos companheiros de trincheira no Aposento da Chamusca.


João "O Braga", com um centro de sorte dominado, consentindo o morrilho debaixo do braço para cravar ao estribo e a quarteio, após citar de largo! É o fino toureio à antiga portuguesa, só à altura das grandes figuras, como Palha Blanco ensinava.


Presidente Carrão bem embarbelado


Francisco "El Mira" num passe monumental




"Chapelli" e o prémio que lhe valeu o prémio coragem

À cara pela Selecção de Forcados - Tiago Lupi (repare-se nas vantagens do grupo a ajudar)




"Viana" num bom ferro quase ao estribo mas definitivamente a quarteio



Sebastiaço, bem embarbelado, depois de uma monumental e aparatosa queda a saltar as tábuas



A promessa feminina do toureio a cavalo


Lopo de Carvalho à antiga!


Bem no cite


...continuando...

...e a volta merecida...